Os suspeitos estavam sendo monitorados pela polícia desde a última terça-feira (5) e foram presos em uma rua no centro da cidade. Eles vão responder por homicídio qualificado. Caso foi registrado na delegacia de Ubatuba
Polícia Civil/Divulgação
Pai e filha foram presos nesta quarta-feira (6) suspeitos de matar uma vizinha durante uma briga provocada por som alto em Ubatuba (SP). De acordo com a Polícia Civil, eles estavam sendo monitorados após o crime e foram presos no Centro da cidade. O crime pelo qual foram presos aconteceu na última segunda (4) no bairro Cachoeira dos Macacos. De acordo com a polícia, pai e filha, de 61 e 24 anos, vinham sendo monitorados desde terça (5) e foram presos enquanto andavam na rua. Segundo a polícia, o principal indício que liga os dois ao crime é o depoimento de testemunhas, incluindo o de uma mulher agredida na ação e que estava junto com a mulher morta.
Eles permaneceram calados durante o interrogatório. Os dois ficarão presos em Ubatuba e vão responder por homicídio qualificado por motivo fútil. Crime
De acordo com a polícia, duas mulheres estavam em uma casa e ouviam música, quando, por volta das 23h, os suspeitos foram reclamar do som alto.
Com a recusa diante do pedido para baixar o volume, teve início uma discussão e a filha teria disparado contra uma das vítimas, de 33 anos. Após o disparo, o pai da atiradora teria pego um pedaço de pau que estava no local e agredido a outra moradora, de 42 anos. As duas foram deixadas desmaiadas no local e socorridas por moradores que ouviram a confusão. A mulher atingida pelo disparo chegou a ser socorrida com vida ao hospital, mas não resistiu ao ferimento e morreu. A outra vítima teve ferimentos pelo corpo e chegou a ser internada, mas já teve alta e passa bem.