«

»

Câmara de Taubaté

DINHEIRO DO POVO

Zelador da Câmara de Taubaté ganha

supersalário de R$ 18 mil

Remuneração é superior a do prefeito Ortiz Junior (PSDB), que recebe R$ 17.900,80; em um intervalo de apenas seis anos, o servidor da Câmara viu seu salário passar de R$ 7.431,56 para R$ 18.270,75, um aumento de 145,85%

Um zelador da Câmara de Taubaté tem salário bruto de R$ 18.270,75. O valor é superior ao que recebe o prefeito Ortiz Junior (PSDB), que ganha R$ 17.900,80 por mês.

Para não infringir a legislação, que diz que nenhum servidor municipal pode receber mais do que o prefeito, o Legislativo aplica um redutor de R$ 149,95 sobre o salário do zelador. Em novembro, por exemplo, com o redutor e os descontos, o salário líquido foi de R$ 12.178,30.

De acordo com o Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), o piso salarial de um zelador em Taubaté é de R$ 1.304,80 — isso representa 7,14% do que ganha o zelador da Câmara Municipal.

O funcionário em questão é servidor do Legislativo desde maio de 1989. O tempo de casa — 28 anos e meio — ajuda a explicar uma alta no salário, mas a evolução ocorrida desde 2011 foi vertiginosa.

Em novembro daquele ano, por exemplo, ele recebia R$ 7.431,56. O salário passou por R$ 9.076,71 (2012), R$ 11.320,63 (2013), R$ 12.310,04 (2014), R$ 13.359,27 (2015) e R$ 16.543,82 (2016), até chegar ao patamar atual. Ou seja, em seis anos, o vencimento teve aumento de 145,85%.

REFORMA.

Em dezembro de 2016, a Câmara aprovou uma reforma administrativa para corrigir diversos apontamentos feitos pelo Ministério Público. Uma das mudanças foi justamente no cargo desse zelador (agente de apoio legislativo — especialidade coordenação de serviços e zeladoria), que será extinto quando ficar vago (em caso de exoneração ou aposentadoria).

Para substituí-lo, foi criada a função de confiança de coordenador de segurança, zeladoria e serviços Gerais. Porém, antes mesmo da saída do zelador, que ainda não tem data para ocorrer, já existe um servidor de carreira nessa nova função. Com a gratificação correspondente, esse funcionário viu seu salário passar de R$ 2.900,88 para R$ 6.494,33.

O Ministério Público está de olho no dinheiro público desperdiçado pela diretoria das Câmara Taubateana. Recentemente um diretor foi acusado pelo MP de receber salário superior que o prefeito Municipal. O supersário era de R$ 25.000,00 de um diretor da Casa de Leis.

Link permanente para este artigo: http://jornalviavale.com.br/camara-de-taubate/