«

»

PF pede indiciamento e bloqueio de bens de Michel Temer


 

Temer recebeu R$ 5,9 milhões em propina do setor portuário, diz PF

Relatório final aponta que presidente se beneficiou com pagamentos indevidos em troca de favorecimentos a empresas do setor

Na conclusão das investigações do inquérito dos portos entregue ao Supremo Tribunal Federal (STF), a Polícia Federal pediu o indiciamento e o sequestro e bloqueio de bens do presidente Michel Temer, da filha dele Maristela Temer, do ex-assessor especial da presidência Rodrigo Rocha Loures e de outros oito investigados.

No relatório final, a PF também solicitou ao Supremo a prisão preventiva do coronel João Baptista Lima Filho, amigo de Temer, da arquiteta Maria Rita Fratezi, mulher do coronel, e outras duas pessoas.

O advogado Brian Alves, responsável pela defesa do presidente Temer, afirmou que não se manifestaria porque não teve acesso ao relatório da PF.

Link permanente para este artigo: http://jornalviavale.com.br/?p=17485