«

»

Eleições

Beto Richa é preso em Curitiba

Político é candidato a senador pelo Paraná

O ex-governador do Paraná e candidato ao Senado Beto Richa (PSDB) foi preso na manhã desta terça-feira em operação realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Estado, informou o MP paranaense.

O político foi detido devido a uma investigação do MP do Paraná sobre o programa Patrulha Rural, implantado para ampliar o policiamento em áreas rurais com viaturas 4×4, segundo o órgão.

O ex-governador do Paraná, Beto Richa

Além de Richa, foram expedidos mandados de prisão para a mulher dele, um irmão do ex-governador e outras pessoas suspeitas de envolvimento em irregularidades no âmbito do programa, disse um representante do MP do Paraná por telefone.

Também nesta terça-feira, a Polícia Federal deflagrou uma nova fase da operação Lava Jato no Paraná que investiga suspeita de pagamento de propina por parte da empreiteira Odebrecht a agentes públicos e privados do Estado no ano de 2014, quando Richa era o governador.

Sede da Polícia Federal no Paraná

Sede da Polícia Federal no Paraná


De acordo com a PF, a empreiteira fez pagamentos irregulares em contrapartida ao possível direcionamento do processo licitatório para investimento na duplicação, manutenção e operação da rodovia estadual PR-323.

Nessa ação, a Justiça Federal expediu 36 mandados judiciais a serem cumpridos nas cidades de Curitiba, Lupianópolis (PR), Colombo (PR), Salvador e São Paulo, sendo três mandados de prisão, todos em Curitiba.

Link permanente para este artigo: http://jornalviavale.com.br/?p=17348