«

»

CAÇAPAVA E TAUBATÉ “CIDADES NOTA 10” EM TRATAMENTO DE LIXO’

As cidades de Taubaté e Caçapava de acordo com relatórios de resíduos sólidos divulgados pela CETESB  estão entre os  Municípios do Vale do Paraíba que  representam 13,63% das 66 cidades de S. Paulo que ganharam avaliação máxima (nota 10) por destinarem corretamente o lixo.

Taubaté e Caçapava estão  entre as  cidades da Região Metropolitana do Vale do Paraíba que receberam nota máxima (10) da Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) pelo tratamento dado aos resíduos sólidos urbanos.

Os municípios representam 13,63% das 66 cidades do Estado de São Paulo que ganharam avaliação máxima por destinarem corretamente o lixo, segundo relatório da Cetesb.  O levantamento apurou dados é de 2017.

“Cidades nota 10” 

Tiraram a pontuação máxima as cidades de Caçapava, Campos do Jordão, Lagoinha, Monteiro Lobato, Natividade da Serra, Santo Antônio do Pinhal, 

São Bento do Sapucaí, Taubaté e Tremembé.

Outros 14 municípios da região chegaram perto da melhor nota, alcançando 9,8 no ranking do lixo.

Onze cidades ficaram entre 9,6 e 9 e três, de 8,9 a 8,3.

Nenhuma cidade da região foi classificada como de “condição inadequada” (nota abaixo de 7) para o tratamento dos resíduos sólidos urbanos. No Estado, 25 municípios estão nessa categoria.

Segundo a Cetesb, as cidades de Arapeí e Bananal não entraram no relatório por disporem seu lixo no município de Barra Mansa (RJ).

Portanto, entre as 37 cidades do Vale do Paraíba avaliadas pela Cetesb, 22 conseguiram melhorar o tratamento entre 2011 e 2017.

Nelas, o IQR (Índice de Qualidade de Aterro de Resíduos) subiu nesse período.

Cidades do Vale melhoram no cuidado com lixo entre 2011 e 2017, diz Cetesb

As cidades da RMVale que mais melhoraram o tratamento do lixo entre 2011 e 2017, segundo a Cetesb, foram Aparecida (IQR de 8,4 para 9,8), Jambeiro (5,3/9), Piquete (5,6/8,3), Jacareí (7,8/9,6), Lagoinha (8,3/10), São Luís do Paraitinga (7,9/9,5), Cachoeira Paulista (8,4/9,8), Canas (8,4/9,8), Cruzeiro (8,4/9,8) e Cunha (8,4/9,8).

Link permanente para este artigo: http://jornalviavale.com.br/?p=16881